01 outubro, 2007

recado
















desprende-se do teu olhar o magnífico
abandono dos animais adormecidos
recordo tuas mãos gretadas pelos sóis oblíquios destes dias
do corpo esquecido jorram resinas
retenho ainda os mais íntimos desejos de me confundir com a paisagem
ou de viver precariamente no outro lado do seu silêncio enrubescido

Al Berto

5 comentários:

Nilson Barcelli disse...

O Al Berto foi um grande poeta.
Parabéns pela escolha.
Beijinhos

02.OUT.2007

Tiago Nené disse...

gostava que colaborasses neste grande blogue colectivo:

www.bloguedasartes.blogspot.com

le os estatutos.

saberás o que fazer.

ate ja;)

Nilson Barcelli disse...

Não esvoaças mais?
Boa semana, beijinhos.

PHYLOS disse...

Excelente seu blog, parabéns. Se tiver um tempinho, visite o meu "Quintal". Abrço - Phylos (Brasil)

Rosi Gouvea disse...

"Poesia é quando uma emoção encontra seu pensamento e o pensamento encontra palavras."

( Robert Frost )

Um doce beijo me trouxe à tua porta
Em súbita viagem de vertigem e descoberta.
Atravessei o corpo liso das palavras
Percebendo no ar o desenho de uma carícia.
Agora queria ficar morando aqui.
Mas estou de passagem.

Doces beijos